Desde 2012 lapidando talentos, CT Cangaço é referência no vôlei de praia

Publicado em: 19 DE JANEIRO

Desde 2012 lapidando talentos, CT Cangaço é referência no vôlei de praia
Riceler Waske, André Stein, George e Ernesto Vogado do time CT Cangaço (Créditos: Wander Roberto/Inovafoto/CBV)

As belezas naturais de João Pessoa, na Paraíba, são o cenário ideal para um dia de treinamento de vôlei de praia. E é com beleza e muito trabalho sério que o CT Cangaço vem, desde 2012, relevando talentos, lapidando e formando grandes atletas da modalidade. Alguns nomes como Ricardo e Álvaro Filho já passaram por lá e, atualmente, o centro de treinamento conta com 19 atletas, entre masculino e feminino, treinando todos os dias na praia de Cabo Branco.

Os atuais líderes do Circuito Brasileiro, por exemplo, são da casa, a dupla André Stein e George. Vitor Felipe, Renato, Rafael, Harley, Moisés, Jô, Bruno de Paula, Andressa, Thati Damásio, Andrezza, Rosy, Cris, entre outros, também se preparam lá diariamente e vestem a camisa do CT Cangaço.

Responsáveis pelo sucesso do trabalho, os profissionais Ernesto Vogado, Ricardo Hugo, Gustavo Pontes, Ricardo Silva e Riceler Waske comandam o CT desde o início, em 2012. Líder de todo o grupo, o técnico Ernesto conta com orgulho a trajetória escrita por este centro de treinamento.

“Estamos na nossa décima temporada desde então, tanto no circuito nacional, quanto mundial. Nesse tempo já passaram atletas de grande importância por aqui, como o Álvaro Filho, que é prata de João Pessoa. Com o Saymon, ganhamos um título brasileiro. O Ricardo, campeão olímpico, também treinou e foi campeão conosco”, relembrou Ernesto Vogado.

O trabalho sério sob o sol de João Pessoa é, segundo o treinador, absolutamente recompensador.  “O que fazemos no CT é contribuir com o crescimento de nossos atletas e, em consequência, com o vôlei de praia brasileiro. Nosso objetivo final é representar bem o Brasil nas competições onde nossos atletas estejam”, afirmou Vogado.

O acúmulo de resultados positivos vem de muita entrega e amor pelo trabalho realizado todos os dias – pelos componentes da comissão técnica e, claro, pelos atletas, que fazem o espetáculo acontecer.

“Acho que tudo que conquistamos ao longo desse tempo vem da dedicação e do trabalho de todos nós da equipe técnica e de  todos os atletas que aqui estão ou já passaram. E principalmente acredito que Deus tem nos abençoado por nosso trabalho e empenho em todos esses anos. Trabalhamos com o diferencial de focar no objetivo de cada atleta, de cada membro do CT, e todos nós temos apenas um objetivo: sermos campeões em qualquer campeonato que entrarmos, da base ao profissional”, afirmou Ernesto Vogado.

Um candango em João Pessoa

Aos 51 anos de idade, e há 39 no voleibol, o head coach do CT Cangaço chegou a João Pessoa em 1993, vindo de Brasília (DF), e nunca mais saiu. “Vim para cá quando era atleta e treinava com os mestres Cajá e Rossini. Me sinto muito bem aqui. Todos me acolheram da melhor forma possível e aqui casei e fiz minha vida”, contou Vogado.

A Paraíba deu a Ernesto Vogado a carreira de treinador e a realização de um trabalho que gera muito prazer. “Dar treino me proporciona satisfação todos os dias. Faço o que gosto desde sempre. Aos 12 anos iniciei no vôlei e graças a Deus estou nele até hoje. Amo o voleibol, portanto para mim o prazer de sorrir na maioria das vezes é minha maior satisfação. Até mesmo maior do que os títulos que alcançamos. Ter a alma alegre com o trabalho é uma dádiva de Deus”, concluiu Ernesto Vogado.

Aprovação dos atletas

O sentimento de satisfação abrange também os diversos atletas que brilham nas areis do centro de treinamento em João Pessoa. Um dos destaques do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia Open, Andressa Cavalcanti, a Maguinha, é mais uma a destacar o valor do trabalho encabeçado por Ernesto Vogado.

“O CT Cangaço é diferenciado. A começar pela estrutura com técnico, preparador físico, fisioterapeuta, psicólogo e etc. Treinar aqui nos exige muita dedicação porque os profissionais são assim e cobram o mesmo de todos nós. Temos que estar comprometidos, focados e e sou muito feliz em poder contar com toda essa estrutura desde nova. É um centro de onde saem vários atletas que têm uma história no voleibol de praia, e isso é muito gratificante. Atleta profissional tem que viver no limite, dando o seu melhor o tempo todo e os treinadores sabem tirar isso de todos nós. O Cangaço é superação e profissionalismo”, disse Andressa.

Líder do ranking do Circuito Brasileiro, André Stein tem autoridade para falar sobre o assunto. O capixaba se mudou para João Pessoa para estar ao lado do parceiro, George, e poder usufruir de toda a estrutura oferecida pelo CT Cangaço.

“Cheguei aqui em 2019 e tive uma grata surpresa. Conhecia o pessoal do CT só das etapas e gostei muito desde que cheguei. É uma equipe muito acolhedora, o treino é dinâmico, leve e ao mesmo tempo muito sério, com nível de cobrança lá no alto. Isso me fez muito bem. Há um clima de amizade entre todos e aqui temos o diferencial de ter muitos atletas, o que nos permite fazer o treino com ritmo de jogo, sempre muito puxado A rotina é realmente forte, com dobras de treino, academia, e eu gosto bastante”, concluiu André Stein.

O Banco do Brasil é o patrocinador oficial do voleibol brasileiro


Banco do Brasil

PATROCINADOR OFICIAL

Parceiros Oficiais